Páginas

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Trekking em Minas Gerais

Contato com a natureza, a mais exuberante beleza.


segunda-feira, 10 de setembro de 2012

Viagem


Vontade de arrumar a mochila, preparar a máquina e sair por aí sem destino.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Proibido garupa na moto

Em São Paulo, um projeto de lei que tramita na Assembléia Legislativa visa a proibição de garupa em motos em cidades com grande quantidade de pessoas para tentar barrar os crimes cometidos por motoqueiros, especialmente os garupas.
Mas fica aí algumas questões: então teremos que fabricar motos para um passageiro apenas? E se eu estiver viajando e sair de uma pequena cidade e for passar por uma grande cidade o garupa terá que descer e depois mais a frente pegar a moto novamente? Sei lá, o negócio tá cada vez pior. O governo não consegue combater a bandidagem, e mais uma vez pune o cidadão que trabalha, paga impostos, adquire seu bem e não pode usufruir.
É por isso que nestas horas eu preferia está lá em Minas Gerais, no interior do interior, na roça mesmo, porque lá se você der carona para alguém na garupa do seu cavalo não vai correr o risco de confundido com bandido. Hehehehehe.
Se o projeto de lei será aprovado ou não ainda é duvida, mas ficaria contente em saber o que o governo faria se aqui fosse a Índia, como mostra a foto abaixo. Rsrsrsrsrs
Abraço a todos os motoqueiros, motociclistas, motoboys e afins.

segunda-feira, 14 de novembro de 2011

Parque Nacional da Serra da Canastra - Minas Gerais (Fotos)

Paredão da Serra ao fundo

 Cachoeira do Fundão

Mais paredão

Voando na serra

Cachoeira Casca Danta parte baixa - 186 metros de queda

sexta-feira, 21 de outubro de 2011

Parque Nacional da Serra da Canastra - Minas Gerais

Um dos lugares mais lindos deste imenso país chamado Brasil.
A Serra da Canastra é uma cadeia montanhosa localizada no centro-sul do estado de Minas Gerais, nas proximidades dos municípios de Delfinópolis, Sacramento e São Roque de Minas. Está a cerca de 310 quilômetros de distância da capital mineira, Belo Horizonte e a cerca de 350 km de São Paulo.
O Parque Nacional da Serra da Canastra é um dos mais importantes parques nacionais brasileiros, criado em 1972 através do decreto 70.355 de 1972. Aqui se encontra a nascente do rio São Francisco. Previsto com uma área inicial de 200 mil hectares o Parque Nacional só se efetivou em uma área de 71.525ha e isto até hoje é causa de muito conflito na região, devido à intenção do IBAMA de desapropriar o restante da área originalmente prevista. É administrado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio).
A Serra da Canastra tem o formato de um baú, daí a origem do nome, pois canastra é um tipo de baú antigo. A cachoeira Casca d'Anta com aproximadamente 186 metros de altura é um dos principais atrativos do Parque, saindo de um corte natural da Serra de aproximadamente 144 metros, ou seja, a altura da Serra chega a 330 metros. O Rio São Francisco nasce 14 quilômetros antes desta sua queda principal.
O Parque protege um cenário de rara beleza, sua vegetação de transição entre a "borda da Mata Atlântica" e o "início do Cerrado", com predominância de Campos de Altitude que abrigam inúmeras espécies da fauna e da flora do cerrado, como o lobo guará, o tamanduá-bandeira, o veado-campeiro, diversos gaviões e espécies ameaçadas de extinção como opato mergulhão e o tatu-canastra.
A água é o fator preponderante no parque, cujas nascentes, que chegam a centenas, surgem em função da umidade que a rocha fria absorve do ar, principalmente no período da noite.

segunda-feira, 14 de março de 2011

Hora do Planeta 2011. Participe!

Hora do Planeta
O que é? A Hora do Planeta é um ato simbólico, promovido no mundo todo pela Rede WWF, no qual governos, empresas e a população demonstram a sua preocupação com o aquecimento global, apagando as suas luzes durante sessenta minutos.
Quando? Sábado, dia 26 de março, das 20h30 às 21h30. Apague as luzes para ver um mundo melhor.
Onde? No mundo todo e na sua cidade, empresa, casa... Em 2010, mais de um bilhão de pessoas em 4616 cidades, em 128 países, apagaram as luzes durante a Hora do Planeta. Em 2011, a mobilização será ainda maior.
Pelo terceiro ano consecutivo, o WWF-Brasil promove a Hora do Planeta no País. Todo ano pessoas, empresas e cidades apagam as suas luzes por sessenta minutos para demonstrar a sua preocupação com o aquecimento global.
No âmbito global, a Hora do Planeta acontece desde 2007, sempre organizada pela Rede WWF, a maior rede independente de conservação da natureza, com atuação em mais de 100 países e o apoio de cerca de 5 milhões de pessoas, da qual o WWF-Brasil faz parte.
O gesto simples de apagar as luzes por sessenta minutos, possível em todos os lugares do planeta, tem o significado de chamar para uma reflexão sobre a questão ambiental e os desafios impostos pelo aquecimento global.
Saiba aqui o que já aconteceu desde a primeira Hora do Planeta:
2007 - A primeira Hora do Planeta acontece somente na cidade de Sidney, Austrália, e conta com a participação de 2,2 milhões de moradores.2008 - A Hora do Planeta torna-se mundial e reúne 50 milhões de pessoas, de 400 cidades em 35 países. Simultaneamente apagaram-se as luzes do Coliseu, em Roma, da ponte Golden Gate, em São Francisco e da Opera House, em Sidney, entre outros ícones mundiais.2009 - O WWF-Brasil realizou pela primeira vez a Hora do Planeta no País. A primeira edição brasileira da Hora do Planeta superou todas expectativas de adesão e visibilidade previstas anteriormente pelo WWF-Brasil: 113 cidades, sendo 13 capitais, 1.167 empresas, 527 organizações, e milhares de pessoas registraram a sua participação no site oficial do movimento. Monumentos brasileiros como o Cristo Redentor, o Pão de Açúcar, a Catedral de Brasília, a Ponte Estaiada e o Teatro Amazonas, entre muitos outros, permaneceram no escuro por uma hora, graças a articulação do WWF-Brasil com os governos locais.2010 - A Hora do Planeta reuniu mais de um bilhão de pessoas em 4200 cidades, em 125 países. Na noite do sábado 27 de março de 2010, todos os países do G20, assim como outras 105 nações, apagaram as suas luzes na Hora do Planeta. Monumentos como Cristo Redentor, Torre Eiffel, London Eye, Fontana de Trevi e Empire State foram alguns dos 1383 ícones que ficaram no escuro por 60 minutos.Em 2011, a Hora do Planeta será realizada no sábado, dia 26 de março, das 20h30 às 21h30.

Hora do Planeta 2011: a festa é sua, a festa é nossa
A Hora do Planeta é uma festa! Uma grande comemoração que reúne mais de 1 bilhão de pessoas no mundo. Juntos com o WWF-Brasil queremos mostrar que o aquecimento global não está com nada e que precisamos de medidas urgentes para manter o nosso planeta.
Para a festa ficar completa chame seus amigos e familiares. Somos nós todos juntos que vamos fazer a diferença. Seja um disseminador da Hora do Planeta e espalhe essa mensagem o máximo que puder.
No sábado 26 de março, entre 20h30 e 21h30, você e o mundo inteiro vão apagar as luzes por sessenta minutos em sinal de alerta contra o aquecimento global.
Selecionamos aqui algumas ações simples que você pode fazer para participar ativamente na nossa divulgação e ajudar o WWF-Brasil a mobilizar o maior número de pessoas:
- O primeiro passo é se cadastrar em “Quero Participar”. Assim o WWF-Brasil pode computar seu nome como participante e enviar as atualizações da mobilização;
- Depois acesse a área “Participe” do site e baixe o material que preparamos para você espalhar a mensagem da Hora do Planeta;
- Use as mídias sociais para falar da Hora do Planeta. Entre na comunidade Orkut e divulgue-a. Curta a página do Facebook e compartilhe notícias no seu mural. Espalhe a Hora do Planeta no Twitter. Seus seguidores vão gostar de saber que você faz parte do movimento;
- Se você tem um blog, publique notícias sobre a Hora do Planeta e insira um banner do movimento;
- Importante: em todas essas ações, coloque sempre o link www.horadoplaneta.org.br;
- E não se esqueça: no sábado 26 de março apague as luzes entre 20h30 e 21h30.
Isso é só o começo. Use a sua criatividade em favor do planeta. Crie seu próprio cartaz, escreva uma música, faça um vídeo. A Hora do Planeta é um movimento das pessoas, e fica muito melhor com a participação de todos!

Mobilize a sua empresa para a Hora do Planeta 

A Hora do Planeta é um ato simbólico da luta pelo futuro do planeta, do qual todos fazem parte. As empresas possuem papel fundamental para o sucesso do movimento. Além de apagar as luzes no sábado, 26 de março entre 20h30 e 21h30, o WWF-Brasil estimula que as empresas envolvam seus colaboradores, fornecedores e clientes. Sua empresa também pode ser uma das patrocinadoras oficiais da Hora do Planeta 2011, contribuindo para que o WWF-Brasil aumente ainda mais esse movimento.
Em 2010, aproximadamente 4 mil empresas participaram da Hora do Planeta, cadastrando-se no hotsite e apagando as luzes das fachadas do edifícios e escritórios. Outras tantas realizaram eventos especiais durante a Hora do Planeta. Restaurantes, por exemplo, promoveram jantar a luz de velas, academias de ginástica realizaram aulas no escuro, faculdades e escolas realizaram debates sobre as mudanças climáticas. O importante é participar e deixar claro que todos nós queremos medidas concretas para conter o aquecimento global.
Na Hora do Planeta 2011, o WWF-Brasil espera ampliar ainda mais participação de empresas em todo Brasil. Cadastre a sua empresa na área “Quero Participar” e receba informações do que você pode realizar para integrar o seu negócio na Hora do Planeta 2011
.

Em 2011, a Hora do Planeta vai além da hora. Recicle-se
Com a adesão de mais de 1 bilhão de pessoas no mundo todo, a Hora do Planeta é a maior mobilização mundial contra o aquecimento global. A plataforma 60+ surgiu para manter essa chama acessa ao longo do ano.
Em 2011, a Hora do Planeta vai além da hora. É o começo de um processo de mudança e tomada de atitudes concretas para o bem do planeta. Ao participar da Hora do Planeta, pedimos que além de pagar as luzes no próximo dia 26 de março você torne o seu cotidiano mais sustentável.
Nesse primeiro passo, a proposta do WWF-Brasil é “
Recicle-se”.
Reduzir, reutilizar e reciclar. Essas são ações concretas que todos nós podemos fazer para minimizar o nosso impacto no meio ambiente. Cada tonelada de lixo gerada pelo consumo, por exemplo, resulta em média de vinte toneladas de resíduos associadas à extração de recursos naturais e de cinco toneladas durante a industrialização. Gerar menos lixo e reciclar mais é a mudança comportamental que está ao alcance de todos para garantirmos as condições necessárias para a vida no nosso planeta.
Fique atento.
60+ é uma plataforma de informação e mobilização que vai ajudar você e seus amigos a conquistarem esse objetivo.
O WWF-Brasil, o planeta Terra e todos nós agradecemos!
Mais informações em www.horadoplaneta.org.br  ou  www.wwf.org.br

Obrigado à todos pela participação e colaboração.
Cordiais saudações.